segunda-feira, 8 de abril de 2019

Diga não ao PL 3264

Nosso hobby não pode acabar!

 

O PL 3264/2015 proibe a criação de passeriformes, nativos ou exóticos, em cativeiro, em todo o território nacional.
Este projeto é um absurdo e vai totalmente na contramão da conservação de nossa biodiversidade.
Desde julho/2016 estamos trabalhando ativamente para combater este PL, nos mobilizamos e participamos de todas as reuniões da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS).
Nesta batalha estamos contando com a colaboração significativa da nossa Bancada PET que conjuntamente com a COBRAP está conseguindo impedir este absurdo até o momento.

Conseguimos uma pequena vitória!
Foi apresentado em 12/07/2016 pelo Deputado Valdir Collato voto em separado para contrapor este PL absurdo, além de várias ações conjuntas para reverter este cenário.
Conseguimos a criação de um grupo de trabalho para debater o Projeto de Lei 3264/2015, no âmbito da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS), sendo a COBRAP a instituição indicada para participar deste grupo de trabalho.

Ainda temos uma longa batalha pela frente e precisamos de você!
Durante esses meses foram realizadas diversas reuniões e a COBRAP investiu todos os recursos financeiros da instituição para representar toda a classe.
Para dar continuidade nessas ações necessitamos da mobilização de todos os criadores de passeriformes, nativos e exóticos; pois necessitaremos de recursos para custear as despesas.
Serão inumeras reuniões, sempre marcadas de última hora e obrigatoriamente deveremos estar presentes para continuar impedindo o avanço deste projeto absurdo.

Chegou a hora de você colaborar!
Não seja omisso, faça sua doação. O futuro da nossa causa depende de você.


Referências (Clique nos links abaixo para ver mais detalhes):

domingo, 7 de abril de 2019

Coleiro Tupã Reprodutor do Criatório Bulú Papacapim

quinta-feira, 28 de março de 2019

CHEGADA DA GENÉTICA DO JON JONES DO BURITI AO CRIATÓRIO BULÚ PAPACAPIM

domingo, 24 de março de 2019

FILHOTE DE COLEIRO BAIANO DANDO SHOW COM 4 MESES DE VIDA

domingo, 10 de fevereiro de 2019

FINAL DA TEMPORADA 2018 DE REPRODUÇÃO DE COLEIROS

domingo, 25 de novembro de 2018

NASCIMENTOS DE FILHOTES DE COLEIROS E PAPACAPIM


sábado, 12 de agosto de 2017

ANILHAS CAPRI


INFORMATIVO TÉCNICO
A Anilhas Capri está a 70 anos no mercado sempre trabalhando com muita ética e
integridade em parceria com seus clientes, criadores, instituições públicas e
privadas.
Devido à grande confusão gerada pela falta de informação ou informação errônea
quanto as especificações técnicas das anilhas dos criadores amadores, compartilhadas
pela internet e nos grupos. Vamos listar alguns tópicos para esclarecer ao criador e
pessoas que tenham dúvidas técnicas.
Caso o criador mesmo lendo as informações abaixo ainda tiver alguma dúvida técnica
sobre suas anilhas, ficamos a disposição para receber as anilhas para uma avaliação pela
área técnica da Anilhas Capri ou caso necessário por um laboratório acreditado pelo
INMETRO. Até o presente momento, a Anilhas Capri não recebeu de nenhum criador
ou instituições publica para avaliação anilhas que foram enviadas fora de padrão pela
fábrica. Desta forma não existe nenhum caso concreto de erro na fabricação das anilhas.
Central: (11) 3076-7878 / E-mail área técnica: engenharia@anilhascapri.com.br
Endereço: Rua Visconde de Taunay 731 – São Paulo – SP - CEP: 04726-010
Caso o criador sinta-se mais confortável, as anilhas podem ser encaminhadas para
Policia Ambiental ou IBAMA estadual para verificação. E se necessário auxiliamos
indiretamente a perícia.
As anilhas para criadores amadores possuem especificações técnicas e características
especificas previstas em instruções normativas. Que são rigorosamente seguidas pela
fábrica, no seu processo de fabricação.
Informações técnicas das anilhas para criadores amadores prevista na IN16 e
IN10:
1) As anilhas possuem marcação de fundo com diversas informações, como uma
Marca d’água com posições de gravação especifica em cada anilha;
2) As anilhas possuem um sistema Anti-Adulteração (AFA) para que se as anilhas
sejam dilatadas internamente este sistema se rompe, tornando uma anilhas
violada de fácil visualização;
3) Todas as anilhas são fotografadas no processo de fabricação, para que em
necessidades especificas, possam se fazer uma perícia minuciosa comparando as
gravações, dígitos e se o sistema Anti-Adulteração (AFA) foi rompido (estas
fotos só podem ser compartilhadas com autorização do IBAMA SEDE);
4) Dimensional das anilhas:
Diâmetro
Interno
Diâmetro
Externo Parede Comprimento
Tolerância +/-
0,1
Tolerância +/-
0,1
Tolerância +/-
0,1
Tolerância +/-
0,1
2,0 3,4 0,7 5,0
2,2 3,6 0,7 5,0
2,4 3,8 0,7 5,0
2,6 4,0 0,7 5,0
2,8 4,2 0,7 5,0
3,0 4,4 0,7 5,0
3,2 4,6 0,7 5,0
3,5 4,9 0,7 5,0
3,8 5,2 0,7 5,0
4,0 5,4 0,7 5,0
5) METODOLOGIA DE MEDIÇÃO:
Medição de Diâmetro interno:
A) O instrumento indicado para medição de pequenos furos é o “Mini-Holtest”
conforme especificação técnica abaixo:
B) Devido ao auto custo do instrumento acima, também pode ser utilizado um
medidor de furos, composto por eixos com aumento gradativo de 0,1mm. O
procedimento de medição é passar as anilhas pelos eixos até chegar ao eixo que
impossibilita a entrada da anilha, adotar a medida do eixo anterior como a
medida de diâmetro interno da anilha.
Exemplo: Caso a anilha entre no eixo com diâmetro de 3,0mm e não entre no
eixo com medida de 3,1mm . Adotar 3,0mm como a medida do diâmetro interno
da anilha. Lembre-se sempre de considerar a tolerância do diâmetro interno que
é de +/- 0,1mm.
C) Caso seja utilizado o paquímetro como referência para medição do
diâmetro interno:
c.1) Utilizar um paquímetro de boa qualidade, que não seja de plástico, que
não esteja danificado, que não tenha caído no chão e que esteja com a
calibração em dia;
c.2) fazer no mínimo 6 medições girando a anilha e adotar a média entre
elas (somar todas as medidas e dividir o resultado por 6).
Para avaliação final somar a precisão do paquímetro + erros de medição da
metodologia + tolerância da anilha. Resultando em uma tolerância geral em
média de ±0,3mm.
Reforçamos que utilização do instrumento de medição e metodologia correta, evita
intepretação e resultados errôneos.
Esperamos que essa comunicação possa auxiliar na correta avaliação técnica das anilhas
caso seja necessário.
Nos colocamos a disposição para esclarecimentos.
Agradecemos a parceria dos criadores e clientes ao longo de todos estes anos.
Atenciosamente
Equipe Anilhas Capri
Canal de atendimento: (11) 3076-7878
E-mail área técnica: engenharia@anilhascapri.com.br
Endereço: Rua Visconde de Taunay 731 – São Paulo – SP - CEP: 04726-010
INSCREVA-SE